23 de junho | 2024

Usuários relatam condições precárias durante a reforma da rodoviária local

Compartilhe:

DESRESPEITO?
Obras geram transtornos e insatisfação entre os passageiros em horário de maior movimento. Uma ouvinte envia vídeo ao Podcast Pod Pai e Filha denunciando a situação caótica durante a reforma.

Uma ouvinte que preferiu não se identificar com medo de sofrer represálias enviou um vídeo ao Podcast Pod Pai e Filha de Bruna e Arantes, durante a edição transmitida na quinta-feira, 20, relatando uma situação de descaso com os usuários na rodoviária Paschoal Lamana, de Olímpia. Segundo a ouvinte, a rodoviária está passando por reformas, o que tem gerado grandes transtornos para os passageiros.

“Oi Bruna, bom dia, tudo bem? Bruna, eu tô te enviando esse vídeo aqui da rodoviária. Hoje até que tá um pouco mais tranquilo, mas essa bagunça que você tá vendo… Ontem, anteontem, não tinha condição de ficar na rodoviária nesse horário. Eles estavam lixando o teto, e eles ainda tão passando massa, pintando. Com toda a população sentada aqui. Então é um descaso muito grande, porque esse serviço era pra ser feito à noite, né?”, relatou a ouvinte.

REFORMA EM HORÁRIO INADEQUADO

De acordo com o vídeo enviado, as obras de reforma estão sendo realizadas durante o dia, em horários de maior movimentação. A ouvinte destacou que a escolha do horário diurno para a execução das obras tem causado sérios problemas aos usuários. “Tá sendo feito à plena luz do dia, num horário de muita movimentação, de circulação dos ônibus. Tanto urbano quanto os ônibus também, que são intermunicipais e de outros estados. E aí as pessoas estão sujeitas aqui, idosas, pessoas com criança, tudo sujeita a sentir o cheiro, a ficar aguentando pó.”

A denúncia trouxe à tona diversas preocupações, incluindo problemas de saúde causados pela exposição ao pó e aos cheiros fortes dos materiais utilizados na reforma. “Muitas pessoas ficando doentes, rinite, atacada, sinusite, dor de cabeça, alergia. E um pó terrível. Os bancos estão todos hoje cobertos, mas ontem as pessoas estavam todas sentadas ali, tendo que aguentar essa poeira pra poder entrar dentro do ônibus, do circular”, descreveu a ouvinte.

RISCOS À SEGURANÇA DOS USUÁRIOS

Outro ponto levantado pela ouvinte foi a questão da segurança dos usuários, especialmente de idosos e crianças, devido à presença de materiais de construção e lonas no chão. “As pessoas aqui com bolsa de viagem, tudo, caindo tinta, tendo que passar no meio. O plástico que tem que ali pisar, sujeita a pessoa a cair, tropeçar. Principalmente crianças e idosos, né? Podem tropeçar naquela lona que está ali estendida no chão”, comentou.

A ouvinte enfatizou que a execução das obras em horário noturno seria uma solução mais adequada para evitar os transtornos mencionados. “Então é um descaso muito grande, porque é um serviço que deveria ser prestado no horário noturno, não durante o dia”, afirmou.

IMPACTO

A situação relatada pela ouvinte evidencia um problema que afeta diretamente a comunidade de Olímpia e os visitantes que utilizam a rodoviária. A qualidade do serviço público e o respeito pelos usuários são questões centrais neste contexto, e a denúncia traz à tona a necessidade de uma gestão mais cuidadosa e responsável das obras públicas.

Toda obra necessita ser planejada e em seu projeto tem que existir mecanismos que facilitem o convívio de interesses entre o departamento competente e os usuários.

Compartilhe:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do iFolha; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Você deve se logar no site para enviar um comentário. Clique aqui e faça o login!

Ainda não tem nenhum comentário para esse post. Seja o primeiro a comentar!

Mais lidas