08 de fevereiro | 2017

Suspeito confessa ter esfaqueado tios para roubar dinheiro

Compartilhe:

O suspeito de ser um dos autores do duplo latrocínio praticado em Olímpia na tarde do dia 13 de janeiro, em Olímpia, Milton Itavo Neto, de 46 anos de idade, confessou ao delegado Marcelo Pupo de Paula, ser o responsável pelas mortes de seus familiares.

Ele prestou depoimento na manhã de quarta-feira, dia 8, praticamente dois dias após seu filho, L, de 13 anos, ter confessado a prática do crime e entregado à polícia que seu pai havia matado as duas vítimas.

Como se sabe, na manhã de segunda-feira, dia 6, o adolescente havia confessado, em depoimento à polícia, que tinha participado do crime, mas atribuiu ao seu pai, Milton Itavo Neto, a autoria da morte do casal.

Além disso, entre outras coisas que contou aos policiais, disse que o pai informou que foi roubada a quantia de R$ 6 mil e joias e que o dinheiro seria para pagar uma dívida de drogas.

Consta que o menino relatou que seu pai o informou ter roubado a quantia de R$ 6 mil, além de joias, dinheiro que seria utilizado para pagar uma dívida que tinha com um traficante de Olímpia, de quem havia adquirido um tijolo de maconha.

Como se recorda, o aposentado Antônio Irani, de 76 anos, e a mulher dele, Terezinha de Jesus de Almeida Leite Irani, de 89 anos, foram mortos a facadas dentro da própria casa. Os suspeitos fugiram em seguida, mas foram detidos na cidade de Milagres, no Estado da Bahia.

Compartilhe:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do iFolha; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Você deve se logar no site para enviar um comentário. Clique aqui e faça o login!

Ainda não tem nenhum comentário para esse post. Seja o primeiro a comentar!

Mais lidas