15 de abril | 2017

Réu é condenado a 28 anos de reclusão

Compartilhe:

Em julgamento que teve cerca de cinco horas de duração, realizado no Fórum de Olímpia, o réu Alef Vieira Branco, de 23 anos, foi condenado a um total de 28 anos de reclusão, em regime inicial fechado. Ele era acusado de prática de homicídio consumado e tentativa, no jardim Santa Fé, em 3014.

O júri foi realizado na última quarta-feira e foi presidido pelo juiz de direito Eduardo Luis de Abreu Costa, teve início às 8h30. O veredicto foi divulgado por volta das 14 horas. Na defesa atuou o advogado Aparecido Alberto Zanirato.

O réu era acusado de homicídio duplamente qualificado contra Luis Fernan­do Perpétuo Celete, vulgo “Bilú”, de 20 anos, morto com dois tiros de revolver em fevereiro de 2014, no Santa Fé. No mesmo local foi ferido com um tiro na cabeça, de raspão, o irmão de “Bilú”, Tarcisio Augusto Celete de Oliveira, o “Porco”.

Pelo crime de homicídio consumado o réu foi condenado a 18 anos de 8 meses. Já pela prática da tentativa, a pena foi de 9 anos e 4 meses, totali­zando 28 anos de reclusão.

O motivo do crime foi ciúme, pois ele não aceitava o fato de “Bilú” já ter tido um relacionamento, no passado, com sua namorada.

Alef Vieira aguardou o julgamento preso. Depois do encerramento do júri ele foi levado e  encarcerado no CDP de Taiúva.

Compartilhe:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do iFolha; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Você deve se logar no site para enviar um comentário. Clique aqui e faça o login!

Ainda não tem nenhum comentário para esse post. Seja o primeiro a comentar!

Mais lidas