02 de novembro | 2009

Quatro motoristas acusados de embriaguez ao volante

Compartilhe:

Quatro motoristas foram indi­ciados esta semana acusados de es­ta­rem dirigindo veículos au­to­motores sob influência de álcool. Todos foram autuados em flagrante. Mas, apenas o lavrador Claudinei Nogueira da Cruz Ribeiro Castro, de 33 anos, foi encarcerado. Para ele não foi arbitrada fiança, porque já tinha condenação por crime doloso.

O lavrador foi surpreendido na madrugada do último sábado, conduzindo um trator Val­tra, pela via de acesso que liga o distrito de Baguaçu à rodovia Assis Chate­ubri­and. Feito o teste do bafô­me­tro, foi auferido o resultado de 0,775 mg/l de álcool no sangue. Com isso, ele foi autuado em flagrante pelo delegado João Bro­canelo Neto e encarcerado em Se­verínia.

Já na tarde de sábado, o pintor João Caetano Filho, de 34 anos, morador no CDHU III, foi surpreendido pela Polícia Militar depois de capotar o seu Passat, na vicinal Natal Breda. O resultado do teste do bafômetro apontou 1,43 . Na delegacia ele foi autuado em flagrante, tendo sido arbitrada fiança de R$ 310, que foi recolhida.

Também foi surpreendido pela Polícia Militar, conduzindo o seu Gol, sob influência de álcool, Leandro Luciano de Castro, de 26 anos. Ele foi abordado na avenida Aurora Forte Neves, na madruga de domingo. O resultado do teste do bafômetro foi de 1,18. Depois de autuado em flagrante foi arbitrada fiança no valor de R$ 500.

Ainda na madrugada de domingo Alan Ricardo Silva, de 23 anos, conduzia um Fiat pela governador Ademar Pereira de Barros, quando bateu em uma placa de sinalização e um poste. Foi feito o teste do bafômetro que apresentou o resultado de 0,84. Ele também foi autuado em flagrante. Foi paga a fiança de R$ 500 e ele responderá o processo em liberdade. 

Compartilhe:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do iFolha; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Você deve se logar no site para enviar um comentário. Clique aqui e faça o login!

Ainda não tem nenhum comentário para esse post. Seja o primeiro a comentar!

Mais lidas