11 de junho | 2024

Olimpiense dá à luz ao primeiro caso de quadrigêmeas da história da cidade

Compartilhe:

Da Assessoria da Prefeitura – A Estância Turística de Olímpia acaba de registrar o primeiro caso de quadrigêmeas da história da cidade.

Lavínia, Laura, Helena e Heloísa nasceram na noite dessa segunda-feira, dia 10 de junho, no HCM – Hospital da Criança e Maternidade, em São José do Rio Preto.

As bebês são filhas do casal olimpiense Viviane Papani e Eloi Richarti, que enfrentaram um longo período de tentativas até conseguirem a tão sonhada notícia: o sucesso da fertilização.

Durante o processo, dois embriões foram implantados e, para surpresa da família, os dois foram fecundados.

A notícia inicial de que seriam gêmeas foi ainda mais surpreendente quando os exames revelaram que um deles havia se dividido em mais dois, dando origem a três gêmeas univitelinas e mais uma irmã gêmea de óvulo diferente.

E, assim, começou a história do primeiro caso de quadrigêmeas de Olímpia, que tem mobilizado toda a família e amigos do casal, na preparação para receber as bebês, afinal, agora tudo é multiplicado por quatro.

O nascimento envolveu uma equipe de mais de 30 profissionais, coordenados pela pediatra Dra. Ziló. As bebês nasceram aos 7 meses, por cirurgia cesariana, seguindo todo o protocolo médico, com peso entre 500 e 900 gramas, estão saudáveis e permanecerão na UTI Neonatal para o acompanhamento necessário.

Em consulta ao Cartório de Registro Civil de Olímpia, o sistema, que possui dados desde a década de 30, confirma que este é o primeiro caso de quadrigêmeas da cidade e um dos únicos de toda a região.

O nascimento de quadrigêmeos é considerado um fenômeno raro. No caso de fertilização, a probabilidade é 1 a cada 700 mil gestações.

Compartilhe:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do iFolha; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Você deve se logar no site para enviar um comentário. Clique aqui e faça o login!

Ainda não tem nenhum comentário para esse post. Seja o primeiro a comentar!

Mais lidas