07 de abril | 2010

Olímpia completa 92 anos de emancipação política

Compartilhe:


O município de Olímpia
completou 92 aos de emancipação política na quarta-feira, dia 7 de abril. O
fato é o motivo da denominação de uma rua que liga a avenida Waldemar Lopes Ferraz
com a praça São Benedito, local conhecido popularmente por “Pito Aceso”.

O logradouro homenageia a data que, neste ano, marca 92 anos da
vida política independente do município, criado quatro meses antes por lei
estadual editada pelo governo de Altino Arantes, nome da praça conhecida por
“Fonte Luminosa”.

A lei é a mesma que concedeu o status de cidade à sede do município.

Com terras desmembradas de Barretos, o município de Olímpia foi criado pela Lei
Estadual número 1.917, do dia 7 de dezembro de 1917. Porém, a instalação
oficial aconteceu apenas quatro meses depois, no dia 7 de abril de 1918.

Situado na mesorregião da Alta e Média Araraquarense e na microrregião do
divisor Turvo-Grande, o município conta com 784 quilômetros de área, é limitado
ao norte, pelos municípios de Altair e Guaraci; ao sul, pelos de Tabapuã e
Cajobi; a leste, pelos de Barretos e Severínia; a oeste, pelos de Guapiaçu e
Uchoa.

Em relação ao nível do mar, a sede do município tem 506 metros de altitude. Sua
posição geográfica oficial, determinada pelo paralelo, é de 20º45’15” de
latitude sul.

Já em sua interseção com o meridiano de 48º54’38” de longitude oeste. O
município se dispõe dos distritos de Olímpia (sede), Baguaçú e Ribeiro dos
Santos.

A cidade, no entanto, foi fundada em 2 de março de 1903, quando aconteceu a
doação de 100 alqueires de terras para a constituição do Patrimônio de São João
Batista dos Olhos D’Água.

A escritura foi lavrada, no mesmo dia, no Cartório do 1º Tabelião Francisco de
Almeida Silvares, em Barretos, e registrada em 9 de julho de 1903, às folhas
53, do livro 3-I de transcrição de Imóveis.

Compartilhe:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do iFolha; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Você deve se logar no site para enviar um comentário. Clique aqui e faça o login!

Ainda não tem nenhum comentário para esse post. Seja o primeiro a comentar!

Mais lidas