20 de junho | 2021

Empresário, mais um pastor e 4 aguardando vaga de UTI na UPA morreram de covid-19 em Olímpia

Compartilhe:

 

O placar fúnebre de uma semana que começou no sábado com uma mãe (de 63 anos) morrendo na UPA e o filho (de 41 anos) poucas horas depois também na Unidade, ambos aguardando vaga para internação em hospitais da região. No final da tarde de segunda-feira veio a notícia do falecimento do empresário e “personal trainer”, Jayme Trinca Filho de 40 anos. Na sexta a notícia de que mais um pastor evangélico também morreu de covid.


DA REDAÇÃO

O primeiro boletim divulgado pela prefeitura, na segunda-feira, 14, (no final de semana não são divulgados dados sobre a covid), trouxe um placar fúnebre de que três moradores de Olímpia haviam morrido por complicações da covid-19 na sexta-feira, 11 e mais três nos sábado, 12. Entre os óbitos de sábado uma mãe e um filho, com poucas horas de diferença, na UPA, aguardando vaga de UTI em algum hospital da região.

Mas o primeiro dia da semana, no final da tarde, trouxe mais uma notícia triste. O empresário olimpiense Jayme Trinca Júnior (foto à esquerda) havia falecido em Matão, também vítima de complicações da Covid-19.

Depois foram mais um na terça, outros dois na quinta e mais um pastor evangélico no início da manhã de sexta-feira, 18.

Foram cinco mulheres e três homens. O que é mais chocante e que prova a rapidez com que ataca e leva a estados graves os infectados, possivelmente pela a variante de Manaus, que atinge quase 07 de cada 10 contaminados em todo o Estado, é que três destes pacientes morreram aguardando internação em hospitais da região, na UPA – Unidade de Pronto Atendimento de Olímpia.

MULHER DE 35 ANOS
TAMBÉM MORREU NA UPA

Além de mãe e filho no sábado, uma mulher de 35 anos também morreu na UPA – Unidade de Pronto Atendimento de Olímpia, antes de ser internada em algum hospital da região. No mês, dos 19 mortos até sexta-feira, seis morreram na UPA, dois deles já chegaram em parada respiratória e não puderam ser ressuscitados.

Tudo começou no sábado com a morte de Alzira Cruz da Silva, 60 anos, que estava internada no hospital Nossa Senhora, em Barretos. Ainda neste dia veio uma mãe de 63 anos morreu na UPA e poucas horas depois o próprio filho perdeu a vida para a Covid-19, sem tempo para surgir vaga de internação em UTI de nenhum hospital de Olímpia e região. Neusa Rodrigues de Oliveira Alves, 63 anos faleceu poucas horas antes de seu filho Renato Alves de Oliveira, 41.

Na segunda-feira, 14 a notícia triste e que foi motivo de muitas postagens e comentários nas redes sociais foi a do falecimento por covid do empresário, atleta e “personal trainer”, Jayme Trinca Júnior, 40 anos, que estava internado em uma UTI de um hospital da cidade de Matão. Jayminho é filho de Iraci e Jayme Trinca, esposo da Tânia Rosa, ambos proprietários da Impacto Sport.

CASAL DE EMPRESÁRIOS ESTAVA COM COVID.
A MULHER SE RECUPEROU JAYMINHO NÃO

Jayminho e Tânia estavam com Covid e ambos foram internados na cidade de Matão, onde têm parentes que são médicos. Tânia se recuperou, teve alta, mas Jayminho continuou internado e no final de semana passado teve que ser intubado e seu estado de saúde se agravou, vindo a falecer na segunda-feira, 14. Jaiminho foi o 232º óbito por covid em Olímpia e o 15.º do mês de junho.

O 233º óbito aconteceu na terça-feira, 15, quando perdeu a vida, Maria Adriana da Silva, 35 anos, que estava na UPA aguardando vaga em hospitais da região.

O 234º falecimento por covid só veio a ser registrado dois dias depois, na quinta-feira, 17, de Rosana Maria Campos Alves, 57 anos, na Santa Casa de Olímpia. Nesse mesmo dia também veio a óbito Neide Vera Sachetim, aos 84 anos de idade, no Hospital de Base em São José do Rio Preto. Ela foi a 236ª morte por covid e a 19ª de junho.

PASTOR MARCO JÁ IA SER
EXTUBADO NA SEXTA E MORREU

Na sexta-feira, no entanto, faleceu mais um pastor de igreja evangélica da cidade. Girolamo Dimarco Netto, 60 anos, o pastor Marcos (foto acima, à direita), que estava internado no Hospital de Base em Rio Preto.

Segundo a advogada Helena de Souza Pereira que, em seu perfil no Facebook publica pedidos de oração e registra os falecimentos da cidade, o pastor Marcos no dia anterior, quinta-feira, estava para ser extubado (sair da intubação) já que seu quadro de saúde apresentava melhoras. Contudo, logo no final desta manhã da sexta-feira acabou vindo a óbito para tristeza de seus familiares e também dos fiéis da Igreja Assembleia de Deus Ministério de Santos, onde ele era pastor.

Olímpia chegou, na sexta-feira, a 236 mortes por complicações da covid-19 na pandemia e 19 no mês de junho, agora com mais de uma morte por dia, sinalizando que poderá passar dos 30 mortos no final deste período de 30 dias. Junho, decorridos apenas 18 dias, já é o quinto mês com maior número de mortos de toda a pandemia.

Compartilhe:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do iFolha; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Você deve se logar no site para enviar um comentário. Clique aqui e faça o login!

Ainda não tem nenhum comentário para esse post. Seja o primeiro a comentar!

Mais lidas