24 de março | 2010

Comerciante de Cajobi morre em acidente na SP-425

Compartilhe:

O comerciante da cidade de Cajobi, Benedito Soares de Oliveira, conhecido por Ditinho, de 62 anos de idade, que foi presidente da câmara daquela cidade, morreu no final da tarde da terça-feira, dia 23, por volta das 17h30, em um acidente de trânsito que envolveu três veículos, ocorrido na rodovia Assis Chateaubriand, SP-425, no trecho entre os acessos ao bairro rural Lambari e o Distrito de Baguaçu. Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos e faleceu antes de dar entrada na Santa Casa de Olímpia.

Ditinho viajava no Gol, com placas de São José do Rio Preto DLL 6643, ano 2006, cinza, que era conduzido pelo autônomo Antônio de Oliveira Ribeiro, conhecido por Nego do Jeitoso, de 55 anos de idade, que também reside na cidade de Cajobi e foi candidato a vereador da cidade na eleição de 2008. Nego passou por cirurgia para estancar uma grave hemorragia e permanece internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Segundo informações iniciais do Corpo de Bombeiros, em circunstância ainda a serem esclarecidas, mas provavelmente por causa de uma aquaplanagem – chovia bastante no local no momento do acidente – o Gol teria rodado sobre a pista e chocado lateralmente na frente da Van, cor branca, com placas de Rio Preto, BKA 3093, conduzida por Geraldo Yassedin.

Em conseqüência, o Santana, conduzido por Luiz Pessoa da Silva, de 64 anos, que reside no Jardim Antônio José Trindade, conhecido por Cohab I, em Olímpia, que vinha atrás também se chocou na lateral esquerda da Van.

Consta que eles retornavam de uma pescaria em uma fazenda que pertence ao ex-prefeito daquela cidade, Gustavo Sebastião da Costa, “Gustavinho”, localizada no Estado do Mato Gosso. Eles voltaram em uma comitiva de três veículos.

Rodovia da morte
Já na rodovia Armando de Salles Oliveira, no  quilômetro 440, 20h45, segundo a Polícia Rodoviária Estadual, o motorista Milton de Souza Silva, de 64 anos de idade, que reside na cidade de Severínia, tombou a carreta Scannia, ano 1988, que conduzia carregada com o insumo conhecido por ‘bagacinho de cana’, no sentido Olímpia a Severinia.

Ele relatou que teve a visão ofuscada por um facho de luz alta, que teria sido emitido por um veículo que trafega no sentido contrário, fazendo com que perdesse o controle do veículo e tombou o caminhão sobre a pista, que ficou interditada até por volta da uma hora da madrugada da quarta-feira, dia 24, formando uma fila de veículos até no trevo com a Assis Chateaubriand. Com ferimentos leves o motorista foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e medicado na Santa Casa de Olímpia.

Na mesma rodovia, só que nas proximidades da cidade de Altair, aconteceu outro acidente envolvendo uma carreta. O motorista, cujo nome não foi divulgado, alega que houve uma falha mecânica que travou o volante de direção e, depois de perder o controle da direção, caiu com o veículo em uma ribanceira por cerca de 40 metros. Também com ferimentos o condutor foi socorrido pelos bombeiros e medicado na Santa Casa.

Compartilhe:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do iFolha; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Você deve se logar no site para enviar um comentário. Clique aqui e faça o login!

Ainda não tem nenhum comentário para esse post. Seja o primeiro a comentar!

Mais lidas