27 de junho | 2024

A Importância da atividade física durante a gestação: Benefícios e cuidados essenciais

Compartilhe:

Atividades que promovem o relaxamento, como alongamento e Pilates, são recomendadas, mas é importante tomar cuidados para não exagerar nas amplitudes dos movimentos, pois, devido à ação de hormônios, as articulações das gestantes ficam mais instáveis / GB Imagem

A prática de atividade física durante a gestação, apropriada às condições da gestante, pode prevenir complicações na gravidez e ajudar no trabalho de parto. De acordo com profissionais, a liberação para a prática dos exercícios deve ser feita por um médico ginecologista e o acompanhamento da realização destas atividades, por um profissional de educação física / GB Imagem

A prática de atividade física durante a gestação, quando apropriada às condições da gestante, pode prevenir complicações na gravidez e ajudar no trabalho de parto. Segundo profissionais de saúde, a liberação para a prática dos exercícios deve ser feita por um médico ginecologista, enquanto o acompanhamento durante as atividades físicas deve ser realizado por um profissional de Educação Física qualificado.

Qualquer indivíduo pode se prejudicar com a prática de atividades físicas exaustivas, especialmente se a exigência ultrapassar seus limites. No caso das grávidas, os cuidados devem ser redobrados, pois o metabolismo da gestante funciona por dois (ou mais) e não pode exigir do organismo o mesmo desempenho de antes da gravidez. Mulheres que já tinham uma rotina de treinamento encontram mais facilidade em se exercitar durante a gestação, sendo aconselhável reduzir a intensidade dos exercícios em cerca de 30% no início e, conforme o período gestacional avançar, diminuir progressivamente.

Reconhecendo os sinais do corpo

Durante as atividades físicas, é fundamental que a grávida saiba reconhecer os sinais que seu corpo manifesta, como dores articulares, falta de ar e cansaço extremo. Atividades como caminhadas, ciclismo, aulas de ginástica aeróbica sem impacto de saltos, step de baixa altura, esteira, elíptico, natação, hidroginástica e dança podem ser altamente benéficas. Essas atividades ajudam a manter a forma física, melhoram a circulação e promovem uma sensação de bem-estar.

A musculação também é recomendada, desde que se evite realizar exercícios com cargas muito elevadas. Atividades que promovem o relaxamento, como alongamento e Pilates, são recomendadas, mas é importante tomar cuidados para não exagerar nas amplitudes dos movimentos, pois, devido à ação de hormônios, as articulações das gestantes ficam mais instáveis.

Orientações para grávidas sedentárias

Para as mulheres que já estão acostumadas a se exercitar, apenas algumas adequações serão necessárias. No entanto, as sedentárias devem buscar orientação e alternativas sobre como iniciar uma rotina de exercícios. O exercício regular alivia o estresse natural desse período e faz um bem enorme para o corpo.

Benefícios do exercício durante a gestação

As grávidas que mantêm uma rotina de exercícios físicos ganham muito ao movimentar o corpo durante a gestação. Bem orientado e supervisionado por um profissional qualificado, o treino permite que a gestante melhore sua capacidade respiratória, perca peso, fortaleça e alongue a musculatura, aumente a circulação sanguínea e eleve os níveis de endorfina no organismo, proporcionando uma enorme sensação de leveza e bem-estar.

Especialistas afirmam que todos esses benefícios ajudam significativamente na hora do parto, garantindo mais força e fôlego para a mamãe auxiliar o seu bebê no momento do nascimento. Além disso, no pós-parto, a recuperação é facilitada, com menos quilos e gordura para eliminar, permitindo um retorno mais rápido à antiga forma física.

Iniciando com atividades leves

Para as grávidas que não estavam acostumadas a malhar, é aconselhável iniciar com atividades leves. A caminhada é uma excelente opção, podendo ser praticada até os últimos dias de gravidez.

Recomendações importantes

Para garantir o sucesso e os benefícios das atividades físicas, é fundamental seguir algumas recomendações:

Consulta Médica: Converse com o médico que está acompanhando o pré-natal. É importante fazer uma avaliação física para verificar o estado das articulações e identificar possíveis problemas.

Alongamentos: Nunca dispense os alongamentos antes de iniciar os exercícios.

Roupa Adequada: Use roupas confortáveis, de preferência de malha. Sutiãs reforçados que acomodem confortavelmente os seios e calças ou bermudas que não apertem o abdome são essenciais. O tênis deve ter solado amortecedor.

Alimentação: Alimente-se antes de malhar para evitar a queda do nível de açúcar no sangue.

Hidratação: Não descuide do consumo de água durante o tempo em que se exercitar.

Temperatura corporal: Tenha especial atenção à temperatura do corpo, não deixe que se eleve muito, pois isso pode prejudicar o bebê. Fazer intervalos e descansar entre os exercícios é fundamental.

Sinais de Alerta

Fique atenta a alguns sintomas e suspenda imediatamente a prática de exercícios se ocorrerem sangramentos vaginais, contrações, dor na região lombar, taquicardia, febre ou cansaço exagerado. Lembrando mais uma vez que, após a confirmação da gravidez, todas as atitudes devem ter o aval do médico.

A prática de exercícios físicos durante a gestação, quando bem orientada, oferece inúmeros benefícios tanto para a mãe quanto para o bebê, promovendo saúde, bem-estar e uma gestação mais tranquila e saudável.

Compartilhe:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do iFolha; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Você deve se logar no site para enviar um comentário. Clique aqui e faça o login!

Ainda não tem nenhum comentário para esse post. Seja o primeiro a comentar!

Mais lidas